quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Matemática na Engenharia - contexto























Limite de liquidez de um solo (LL)

Para a engenharia civil, conhecer o comportamento dos solos é de vital importância para a definição das fundações das edificações, para a construção de estradas entre outras. Com relação ao teor de umidade, os solos podem ser classificados, em relação ao seu comportamento, em líquidos, plásticos ou quebradiços. A linha limite entre cada estado, foi definido pelo sueco Atterberg (Albert Mauritz Atterberg: 1846-1916) como sendo:
LL: Limite de liquidez. Refere-se ao teor de umidade limite entre os estados líquido e plástico.
LP: Limite de plasticidade: Refere-se ao teor de umidade entre os estados plástico e quebradiço.
Quanto menor o teor de umidade, mais o solo tem um comportamento quebradiço. Aumentando gradativamente a umidade, ele irá passar para o estado plástico e posteriormente, a um comportamento líquido.
Para determinar o LL, é feito um ensaio com o solo, já conhecido o seu teor de umidade, utilizando a “Colher de Casagrande”, fig. 1, (Arthur Casagrande:1902-1981), que ocorre da seguinte maneira:
Coloca-se uma amostra na concha do aparelhos de Casagrande, cujo teor de umidade já é conhecido. Na amostra é feita uma fenda, utilizando um cinzel. Acinonando a manivela, a concha se choca contra a base. Conta-se quantas vezes isso ocorre até que a fenda se feche. O LL é definido como sendo o teor de umidade da amostra quando ao se efetuar 25 golpes, a fenda se fecha.
Exemplo: Em uma amostra fez-se o seguinte ensaio.
1 tentativa: Umidade 51%. Foram necessários 36 golpes para a fenda se fechar;
2 tentativa: Umidade 53%. Foram necessários 29 golpes para a fenda se fechar;
3 tentativa: Umidade 55%. Foram necessários 22 golpes para a fenda se fechar.
Normalmente, a determinação do teor de umidade é feito graficamente, onde os resultados do ensaio são colocados em uma folha monolog, onde os golpes ficam na escala logarítmica. Mas, é possível fazer um cálculo aproximado por interpolação. Fig. 2.
Da figura 2 temos:
(55-53)/22-29=(X-53)/(25-29)
X=~54%
Este resultado será usado posteriormente para o cálculo do indice de compressão do solo (quanto maior o valor do LL, mais compressivel é o terreno, portanto maior a possibilidade de recalque (afundamento devido a uma força de compressão).
Bibliografia.

PINTO, Carlos de Sousa. Curso básico de mecânica
dos solos em 16 aulas. 3ª edição. Ed. Oficina de textos. São Paulo.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

TEORIA ESTOCÁSTICA

No link abaixo, tem um texto muito interessante sobre a Teoria Estocástia (Mencionado na postagem "Agulha de Buffon"), para que possamos compreender melhor este assunto. Nesse texto o autor explica de maneira interessante com vários exemplos, relacionando à teoria das probabilidades.

http://www.mat036.ufba.br/STO2007B.pdf


Um bom trabalho a todos.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Resolução de problema

A resolução do problema abaixo, o cálculo da área achurada, está no arquivo anexo. Há mais de uma solução para este problema. Aqui, coloquei três, que giram em torno da demonstração da fórmula a^2=b^2+c^2-2.b.c.cosâ. Bom trabalho a todos.



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

"Toda história tem mais de uma versão"

Abaixo o link de uma palestra da escritora nigeriana Chimamanda Adichie, sobre o perigo de uma única história. Aprendi muito cedo que toda história tem mais de uma versão e, se quisermos chegar próximo da "verdade", se faz necessários ouvir todos os lados antes de tirarmos nossa conclusão que não será propriamente uma verdade e sim a minha/sua verdade, já que ela não é única nem tão pouco exclusiva.

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/chimamanda_adichie_the_danger_of_a_single_story.html
Um bom trabalho a todos
Este link foi uma contribuição da PC Sandra da escola D. Romeu Alberti, a quem agradeço, após uma conversa sobre o tema.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Algoritmos, algoritmos...

Algoritmos, Algoritmos....

Bom, vamos brincar de dividir, mas sem uso dos algoritmos, ou se preferir...inventando outro mais simples na sua essência.
Devemos nos lembrar em primeiro lugar que, dividir nada mais é do que “quebrar um número” em determinadas partes, ou se preferir, dividir um número por outro é verificar quantas vezes um número (quantidade) “cabe” no outro. Bom, vamos às contas:

I - Vamos começar por uma conta exata: Quantas vezes o número 47 cabe em 1081? Ou seja, quanto é 1081 dividido por 47?
Vamos “quebrar” este número de 5 em 5 vezes o 47 (por exemplo).
1-47x5=235, logo 1081-235=846
2-47x5=235,logo 846-235=611
3-47x5=235, logo 611-235=376
4-47x5=235, logo 376-235=141
Observe que, a partir daí, temos que quebrar em partes menores que 235. Por exemplo 2x47=94
5- 47x2=94, logo 141-94=47
Temos que quebrar apenas mais uma vez
6 – 47x1=47, logo 47-47=0
Portanto quebramos o número 1081 em (5+5+5+5+2+1=23) vezes o 47, ou seja 23x47. Logo, 1081 dividido por 47 é 23.

II – Complicando agora um pouquinho, vamos quebrar o número 348 em 32 partes, ou seja, vamos verificar quantas vezes 32 cabe em 348, ou simplesmente dividir 348 por 32.

1 – 32x5 = 160, logo 348-160=188
2 – 32x5=160, logo 188-160 = 28 (resto)
Observe que este valor é menor do que 32, portanto a partir daí, temo que considerar que os valores “quebrados” que são menores do que 1. Vamos então, utilizando o mesmo raciocínio “quebrar” o 28, ou melhor, podemos multiplicá-lo por 10, 100, 1000, etc, e no final dividir por 10, 100, 1000.

3 - Vamos multiplicar o resto 28 por 10 (28x10=280).

3.1– 32 x 5 = 160, logo 280-160=120
Não dá para fazer em 5 pedaços, mas dá para fazer por 3
3.2– 32 x 3= 96, logo 120-96=24 (resto)

Bom, não dá novamente, logo temos 5+3=8 (que dividido por 10 resulta em 0,8).

4 - Então multiplicando o resto 24 por 10 novamente, temos 24x10=240.

4.1 – 32x5=160, logo 240-160=80
4.2 – 32x2=64, logo 80-64=16 (resto)

Também não dá para continuar, logo temos 5+2=7 (que dividido agora por 100 já tínhamos multiplicado por 10 no ítem 3 e no ítem 4, temos então 0,07).

5 - Multiplicamos novamente o resto 16 por 10, obtendo 160.
5.1 – 32 x 5 = 160, logo 160-160=0

logo, temos 5/1000 = 0,005

Resultado:

De 1 e 2 , temos 5+5=10 (parte inteira)
De 3.1 e 3.2, temos 5+3=8 (que corresponde a 1/10, ou 0,8);
De 4.1 e 4.2, temos 5+2=7 (que corresponde a 1/100 ou 0,07);
De 5.1 temos 5, que corresponde a 1/1000, ou 0,005)

Somando tudo, 10+0,8+0,07+0,005 temos 10,875 que é o resultado da divisão de 348 por 32.

Espero que tenham apreciado. Acredito que, embora a primeira vista pareça complicado, as contas seguem um raciocínio lógico que, entendido, se torna fácil (s.m.j. - he he he).

quinta-feira, 22 de julho de 2010

NÚMERO PHI - VIDEO TV ESCOLA

Abaixo reproduzo o vídeo completo da TV Escola sobre o número de ouro, o número phi.
Para baixar vídeos da TV escola, acesse http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp
Use de preferência o navegador Mozilla Firefox, pois se perder a conexão, ao voltar ao download, este navegador recomeça de onde havia parado, ou seja, não começa a partir do zero.


video

terça-feira, 6 de julho de 2010

LISTA DE EXERCÍCIOS DO WINPLOT

Abaixo lista de exercícios com utilização do programa winplot. A data de entrega será divulgada oportunamente. Todos os gráficos construídos deverão ser colocados no trabalho e qualquer dúvida podem me procurar na sexta-feira aqui na DE.


quarta-feira, 30 de junho de 2010

Projeto Práticas Pedagógicas

Este projeto faz parte das ações que se destinam a apoiar as escolas na implementação de experiências de leitura, de escrita e de matemática.

O projeto Práticas Pedagógicas é obrigatório para as escolas que se encontram no grupo do baixo SARESP, para as demais elas constituem mais uma opção para o desenvolvimento de projetos.

Para maiores informações sobre o acesso, clique no link abaixo.

http://www.rededosaber.sp.gov.br/portais/spfe2009/MATERIALDAESCOLA/Pr%C3%A1ticasPedag%C3%B3gicas/tabid/1363/Default.aspx

Um bom trabalho a todos.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

RAMPA


Trata-se de uma explicação sobre o assunto abordado no curso e que pode ter ficado algumas dúvidas. Se mesmos assim as dúvidas perssistirem, entrem em contado através de meu e-mail.
zeripeu@yahoo.com.br.

Um bom trabalho a todos.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

O vôo RG254 - Marabá-Belém

Esse acidente aéreo ocorrido em 03/09/1989, pode ser uma história interessante para contextualizar o assunto envolvendo ângulos, até mesmo para mostrar a sua importância no dia a dia, mesmo que possa parecer distante da realidade de nossos alunos.
Mostra também que, apesar daquele procedimento adotado na leitura dos ângulos, seguindo o sentido anti-horário, para a navegação aérea, marítima e até mesmo na topografia, o referencial adotado é diferente.
Segue abaixo o link de um estudo de mestrado, muito interessante e enriquecedor.

Um abraço a todos.

http://www.cos.ufrj.br/~handrade/desktop%20velho/outras%20leituras/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Mestrado%20-%20Vitor%20-%20RG-254.PDF

domingo, 30 de maio de 2010

JOGOS PEDAGÓGICOS


Conforme combinado, segue anexo arquivo contendo regras sobre alguns jogos (e outros a mais) visto no curso de matemática, na oficina do Prof. Gilson.
Um abraço a todos e um bom trabalho.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

AGULHA DE BUFFON

Para que serve isso?
Essa é a famosa pergunta que ouvimos de nossos alunos quando apresentamos algo da matemática, onde a aplicação muitas vezes não aparece de imediato. Uma boa história para contar aos alunos e ilustrar esse fato, é sobre a Agulha de Buffon, que abaixo lhes conto.

Conta a história que, um advogado e naturalista chamado Georges Louis Leclerc, também conhecido na época como Conde de Buffon, na corte de Luis XV, rei da França no século XVIII, foi nomeado em 1733 como diretor do Jardim do Rei, hoje denominado Jardin des Plantes, localizado na famosa Paris.
Um belo dia, passeando pelo jardim, Buffon sofreu uma queda e teve que ficar vários meses de pernas para o ar. Apesar de Advogado e Naturalista, Buffon tinha como um de seus grandes interesses, a matemática. Enquanto estava imobilizado, para "passar o tempo", ele observou o assoalho formado por ripas e começou a jogar a haste com que limpava o cachimbo, no chão. Ele notou que a haste, que possuia o mesmo comprimento da largura das ripas, hora cruzava (ou tocava) as linhas das divisórias entre as ripas e, outras vezes, esse fato não acontecia. A partir daí, ele criou um interessante problema matemático de probabilidade usando geometria:

- "Sei que o comprimento da haste é igual à largura das tábuas e já determinei o quociente entre o número de vezes que a haste cai sobre uma das linhas, que dividem as tábuas, e o número de vezes que joguei a haste, o que posso concluir? Se eu considero como um jogo a minha distração e digo que ganhei, quando a haste cair na linha, posso usar o quociente que achei como a medida da sorte."

Ao calcular o "quociente da sorte", para um grande número de jogadas, chegou a sequinte conclusão:

- "O número que mede a chance de eu obter um acerto é aproximadamente 2/pi."

A partir daí, criou-se o sequinte problema, denominado de a Agulha de Buffon:

"Jogando uma agulha de comprimento a, sobre faixas desenhadas no chão de largura d, onde a é menor ou igual a d, qual é a probabilidade dessa agulha tocar ou cruzar uma das linhas"?

A solução: P = 2a/d.pi

Na época, esta fórmula não tinha muita utilidade, parecendo pura perda de tempo, mas nos nossos dias, já se encontrou diversas utilidades, como segue abaixo:


1- Determinação do comprimento total dos canais de escoamento de uma bacia hidrográfica.


2 - Cálculo do valor de pi: O caso mais conhecido é do Matemático italiano M. Lazzerini que em 1901 realizou 34080 lançamentos, obtendo o valor aproximado de pi=3,1415929 (correto até a sexta casa decimal).


3 - Serviu de base para a criação de uma poderosa ferramenta de simulação de cálculo numérico como o método de Monte Carlo, cuja aplicação a problemas matemáticos e fenomenos de natureza estocástica, é hoje de grande importância.


4 - Construção de uma aparelho de raio x, que aliados a computação, podia "jogar" feixes paralelos no corpo humano, de forma que fosse possível mensurar e converter em imagem tridimensional partes ou objetos inacessíveis. Estava então criado o tomógrafo computadorizado e posteriomente, utilizando o mesmo método, o aparelho de ressonância magnética. Esta invenção "rendeu" o Prêmio Nobel de medicina em 1979 a Allan M. Cormack e Godfrey N. Hounsfield.

A demonstração da fórmula está em anexo. Trata-se de um reprodução da apresentação do Prof. Dr. Nilson José Machado, a quem me desculpo por qualquer falha que porventura tenha cometido na demosntração.



Para saber mais:

http://www.sbem.com.br/files/viii/pdf/02/MC88994023704.pdf
http://www.invata-mate.info/portugheza/historyDetail.htm?id=Buffon
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/EnsMed/expensmat_3_4e5.pdf
http://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr37/cap09.pdf
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/numero-pi/numero-pi.php
http://revistaescola.abril.com.br/ensino-medio/toda-imagem-feita-equacoes-427367.shtml

Costa, Carlos Oliveira e Ribeiro, Alvaro Silva. Contribuição do problema de Buffon-Laplace para compreensão dos métodos de simulação. LNEC, 2008.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Videos TV Escola - novo site

Acaba de ser lançado o novo site da TV Escola com vídeos.

Agora podemos ver e indicar o URL não apenas dos vídeos produzidos pela TV Escola, mas de tudo o que vai ao ar.

http://tvescola.mec.gov.br/


Aproveitem.

segunda-feira, 22 de março de 2010

A HISTÓRIA DO NÚMERO 1 - VÍDEOS

Abaixo link's do YouTube sobre a história do número 1. São 6 vídeos muito engraçados e interessantes. Vale a pena dar uma olhada.


A historia do numero 1(6)
http://www.youtube.com/watch?v=aGuA62lr5qk


A historia do numero 2(6)
http://www.youtube.com/watch?v=IAC4sqAp8Ow


A historia do numero 3(6)
http://www.youtube.com/watch?v=WO2242jyuP8


A historia do numero 4(6)
http://www.youtube.com/watch?v=9UtuMUw6ChA


A historia do numero 5(6)
http://www.youtube.com/watch?v=qUuRZ6ckVXc


A historia do numero 6(6)
http://www.youtube.com/watch?v=VJyfj_7Pmnw

quarta-feira, 10 de março de 2010

CLIQUE E PRONTO

Para quem quer econimizar tempo, tem um site "CLIQUE E PRONTO!" onde pode-se acessar quase tudo da internet.


Clique no link abaixo e veja que facilidade para acessar quase tudo da internet.


http://www.cliqueepronto.com.br/

Práticas Pedagógicas

Abaixo link's de acesso aos projetos de Práticas Pedagógicas de Língua Portuguesa e Matemática, conforme OT de 08 e 09 de março. Um abraço a todos.


Língua Portuguesa Ensino Fundamental

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_A.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_B.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_C.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_E.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_F.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_G.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_H.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_I.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_J.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_L.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EF^_M.pdf


Língua Portuguesa Ensino Médio

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EM^_A.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EM^_C.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EM^_D.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EM^_E.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_EM^_F.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/LP^_INTRODUCAO.pdf


Matemática Ensino Fundamental

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_A.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_B.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_C.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_D.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_E.pdf


Matemática Ensino Médio

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_EM^_A.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_EM^_B.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_EM^_C.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_EM^_D.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_EM^_E.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EF^_EM^_F.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EM^_A.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EM^_B.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EM^_C.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_EM^_D.pdf

http://cid-a7e1d5c08c0a8083.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/MT^_INTRODUCAO.pdf

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Frases famosas de Matemática

Frases famosas envolvendo a Matemática:

A geometria é uma ciência de todas as espécies possíveis de espaços. (Kant)
A Matemática apresenta invenções tão sutis que poderão servir não só para satisfazer os curiosos como, também para auxiliar as artes e poupar trabalho aos homens. (Descartes)
O espaço é o objeto que o geômetra deve estudar. (Poincaré)
A Matemática é como um moinho de café que mói admiravelmente o que se lhe dá para moer, mas não devolve outra coisa senão o que se lhe deu. (Faraday)
O céu deve ser necessariamente esférico, pois a esfera, sendo gerada pela rotação do círculo, é, de todos os corpos, o mais perfeito. (Aristóteles)
Os números governam o mundo. (Platão)
A noção de infinito, de que é preciso se fazer um mistério em Matemática, resume-se no seguinte princípio: depois de cada número inteiro existe sempre um outro. (J. Tannery)
Sem os recursos da Matemática não nos seria possível compreender muitas passagens da Santa Escritura. (Santo Agostinho)
A Matemática possui uma força maravilhosa capaz de nos fazer compreender muitos mistérios de nossa fé. (SÃO JERÔNIMO)
Sem a Matemática, não poderia haver Astronomia; sem os recursos maravilhosos da Astronomia, seria completamente impossível a navegação. E a navegação foi o fator máximo do progresso da humanidade. (Amoroso Costa)
A Geometria faz com que possamos adquirir o hábito de raciocinar, e esse hábito pode ser empregado, então, na pesquisa da verdade e ajudar-nos na vida. (Jacques Bernoulli)
Entre dois espíritos iguais, postos nas mesmas condições, aquele que sabe geometria é superior ao outro e adquire um vigor especial. (Pascal)
A Matemática é a honra do espírito humano. (Leibniz)
Nas questões matemáticas não se compreende a incerteza nem a dúvida, assim como tampouco se podem estabelecer distinções entre verdades médias e verdades de grau superior. (Hilbert)
Os sinais + e - modificam a quantidade diante da qual são colocados como o adjetivo modifica o substantivo. (Cauchy)
Os números são as regras dos seres e a Matemática é o Regulamento do Mundo. (F. Gomes Teixeira)
Zero, esse nada que é tudo. (Laisant)
O livro da natureza foi escrito exclusivamente com figuras e símbolos matemáticos. (Galileu)
Uma verdade matemática não é simples nem complicada por si mesma. É uma verdade. (Emile Lemoine)
O grande arquiteto do Universo começa a parecer-nos um puro matemático. (James Jeans)
Deus é o Geômetra Onipotente para quem o mundo é imenso problema matemático. (Leibniz)
Os conceitos mais simples são os mais abstratos. (Ostwald)
A escada da Sabedoria tem os degraus feitos de números. (Blavatsky)
Na Matemática, se a experiência não intervém depois que se deu o primeiro passo, é porque não é mais preciso. (Pontes de Miranda)
Na Matemática, para saborear com prazer o fruto é preciso conhecer bem as suas raízes.

“Texto – Internet – autor desconhecido”

Contribuição do PCOP Prof. Vanderley

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

TERMÔMETROS

As postagens anteriores sobre o assunto termômetros, foram retiradas, remodeladas e colocadas em um único arquivo anexo. Apesar do assunto ser inerente a física, ele pode ser utilizado a fim de contextualizar uma aula sobre proporcionalidade ou sobre fórmulas, no assunto álgebra. Efetuamos uma pesquisa tentando abranger o máximo possível e relevante sobre o assunto apresentado de maneira mais resumida. Os endereços eletrônicos na parte da bibliografia, podem ser acessados para um maior detalhamento, caso seja de interesse do professor/aluno.



sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

DICIONÁRIO DE MATEMÁTICA

Recebi um e-mail de um amigo contendo este arquivo. Acredito que poderá ser útil para o professor/alunos.
Um abraço a todos.


segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

GEEMAC

Este site da secretaria municipal de educação de Caxias do Sul - RS, possui vários exemplos de atividades que podem ser utilizadas em sala de aula. Vale pena dar uma olhada, pois tenho certeza que será de grande utilidade. Possui também dicas de livros, sugestões de link's interessantes, etc. Com relação a atividades de matemáticas, elas poderão ser acessadas na guia "Encontros".

Link: http://www.caxias.rs.gov.br/geemac/

HORA CERTA

Mapa de Visitantes